[25/07/2015]

Previsões do Plano de Negócios 2015-2019 podem sofrer influências do cenário econômico internacional

Previsões do Plano de Negócios 2015-2019 podem sofrer influências do cenário econômico internacional

As mudanças previstas para o Plano de Negócios 2015-2019 da Petrobras, divulgadas no final do mês de junho, incluíam em suas previsões a venda de ativos até o final de 2018. No entanto, as variações nos preços internacionais do petróleo devem dificultar os planos da estatal. O cenário econômico atual mostra-se arriscado e há possibilidades de variação na nota de risco brasileira, que pode acabar sendo rebaixada. Esta situação, combinada com a recente retomada da produção petrolífera do Irã, devem desestimular investimentos em projetos brasileiros. A previsão, feita por especialistas da área, já foi tema de reuniões na Petrobras – ontem (24), o assunto foi incluído nas pautas da reunião do conselho de administração, segundo dados da Revista Época.

O risco de dificuldades na negociação de ativos da estatal, o previsto desinteresse internacional em investimentos no Brasil e a possibilidade de rebaixamento na avaliação das agencias de risco são preocupantes. Este contexto leva a baixa nos preços ofertados pelos ativos, assim como na cotação dos barris de petróleo. Para saber mais sobre estas condições e a influência do contexto internacional nas previsões do Plano de Negócios da Petrobras entre 2015 e 2019, clique aqui.

 

Crédito da Imagem: Forbes.